Colirios

Frequentemente as pessoas vêm até a drogaria e perguntam:
– Quanto é um colírio?
– Mas qual colírio?
– Ah um colírio.
– Qual é a indicação? O que está acontecendo?
– Para pingar no olho.
– Porque? Não se deve pingar nada os olhos sem uma orientação médica.
– Meu olho tá meio vermelho. Me dá um colírio qualquer.
– ……………..

Informações sobre Colírios

Todos os dias tentamos informar as pessoas que não devem usar ou tomar medicamentos sem orientação médica.
Mas parece que as pessoas não entendem ou não querem entender…

conjutivite

O costume de pingar colírios nos olhos sem recomendação médica é muito perigoso,  pode comprometer a visão e até causar doenças tais como: glaucoma, catarata, ressecamento dos olhos, alteração da lágrima e até conjutivite.

É muito comum e frequente as pessoas procurarem o balcão de uma drogaria para comprar colírios para qualquer problema que afete os olhos sem que tenha passado por uma consulta médica.
Nossa obrigação é orientar que a pessoa procure um médico, mas nem sempre eles acatam o que orientamos e insistem para que seja vendido um colírio. Felizmente temos a opção de orientar a lavar os olhos com soro fisiológico que é a opção mais segura até que ele procure um médico. Alguns concordam, mas existem aqueles que até agridem verbalmente o atendente ou o farmacêutico por não querer dispensar um medicamento sem a orientação médica.

A conjutivite é a maior queixa no balcão da drogaria e pode ser definida por uma vermelhidão ocular causada quando um corpo estranho entra em contato com a conjuntiva (branco dos olhos), com isso os vasos sangüíneos da membrana alargam-se o fluxo de sangue aumenta para que as células de defesa possam agir contra a bactéria, vírus ou outro corpo estranho.

Não existem vacinas contra a conjuntivite. Após a contaminação, a pessoa infectada deve  evitar frequentar locais público, o ambiente de trabalho também deve ser evitado até a melhora da pessoa com conjuntivite e preferir óculos às lentes de contato.
O mais importante é a prevenção, sendo assim, aqui vão algumas orientações:

• Manter as mãos e o rosto sempre limpos, estes são veículos importantes para a transmissão de microorganismos;
• Não compartilhe objetos pessoais: travesseiros, toalhas de banho e rosto, sabonetes, óculos, maquiagem ou qualquer outro objeto de limpeza;
• Limpe os olhos somente com materiais descartáveis;
• Evite nadar em piscinas sem cloro ou em lagos;
• Ao utilizar colírios e pomadas, tome cuidado para não encostar bico do frasco olho;
• Use óculos de mergulho para nadar;
• Evite exposição a agentes irritantes ou alérgicos, como a fumaça e o pólen;
• Procure um oftalmologista caso apresente alguma alteração visual;
• Não use medicamentos sem prescrição médica.

Para complementar o conteúdo e Fontes:

Mau uso dos colírios causa catarata, problemas cardíacos e até a perda visão
Doenças dos Olhos
O uso de colírios requer cuidados
Cuidados com os olhos aumentam no verão

1 COMENTÁRIO

Deixe o seu Comentário