O que é Cronofarmacologia e Qual o Melhor Horário para Tomar os Medicamentos

Qual o Melhor Horário para Tomar os Medicamentos? Qual a relação com o Relógio Biológico?

relogio_biologico

Foto: Site http://capinaremos.com / Reprodução

A Cronofarmacologia é a ciência que relaciona os efeitos das drogas no organismo de acordo com as alterações diurnas e noturnas, ou seja, estuda a hora mais adequada para tomar os medicamentos. Está diretamente relacionada com as variações circadianas, ou seja, relaciona os efeitos das drogas com o “Relógio Biológico” do organismo.

O horário de ingestão do medicamento faz toda a diferença no tratamento, pois pode tanto aumentar a eficácia dele, como minimizar os seus efeitos colaterais.

Nosso organismo não é uma constante o dia inteiro: ele sofre inúmeras variações hormonais e, seu “Relógio Biológico” é resultado direto dos fenômenos ambientais periódicos e recorrentes, como as estações do ano, as fases da lua, as oscilações das marés e principalmente o Ciclo Dia/Noite, onde a LUZ é o fator determinante para o cérebro reproduzir esse ciclo de 24 horas.

A Cronofarmacologia ajusta a concentração dos medicamentos durante as 24 horas do dia, em sincronia com os ritmos biológicos dos seres vivos.

Este Ciclo Dia/Noite composto de 24 horas é chamado de
Ritmo Cicardiano ou Ciclo Cicardiano.

Relógio Biológico

ritmo_biológico

Foto: Site Academia Wallstreet Fitness / Reprodução

O Ritmo Biológico ou mais comumente chamado de Relógio Biológico pode ser classificado de acordo com sua frequência em: Circadiano, Ultradiano e Infradiano

  • Circadiano do latim “circa diem” “cerca de um dia” → O ritmo Circadiano dura 24 horas, e cada processo, como exemplo a atividade digestiva e controle hormonal se repete diariamente, quase sempre nos mesmos horários. [= 24h]
  • Ultradiano é aquele na qual as repetições ocorrem em menos de 20 horas, como a secreção da insulina. [ < 24h]
  • Infradiano, é o que ocorre em períodos maiores de 28 horas como o ciclo menstrual. [ > 24h ]

Para que haja ritmicidade circadiana endógena em um ser vivo, é necessário que alguma estrutura opere como um “marcapasso”.
Dois pequenos aglomerados de neurônios no hipotálamo, constituem os marcapassos geradores da ritmicidade circadiana em mamíferos, ou seja, os relógios biológicos circadianos.

» São os Núcleos Supraquiasmáticos (NSQ).
cerebro

Foto: Site http://www.absoluteempowerment.com / Reprodução

Esta via retino-hipotalâmica atua de forma independente da visão e muitos sujeitos que são cegos totais, sem nenhuma percepção luminosa consciente, são capazes de ajustar o relógio biológico ao ciclo claro-escuro ambiental.

O ajuste entre o meio ambiente e o relógio é feito por via neural. No caso dos mamíferos, incluindo o homem, a principal oscilação ambiental percebida pelo relógio biológico é a alternância CLARO-ESCURO. Existe uma via retino-hipotalâmica que informa aos NSQ a alternância claro-escuro.

As imagens abaixo mostram onde acontece a percepção de Claro/Escuro pelos NSQ.
Onde leva indução ou inibição da produção do hormônio Melatonina.

nucleos_supraquiasmaticos

Foto: Site http://universe-review.ca/F10-multicell09.htm / Reprodução

nucleos_supraquiasmaticos

Foto: Departamento de Fisiología, Escuela de Medicina, Universidad de Costa Rica / Reprodução

Melatonina

A alternância claro-escuro controla a biossíntese de melatonina, que é um hormônio liberado no período de escuro pela glândula pineal e tem como função básica informar ao organismo que está escuro, ou seja, temporiza as atividades do organismo.

Leia: Melatonina o Hormônio da Escuridão

 

Quando o medicamento é tomado no horário certo, seus efeitos são potencializados e os efeitos colaterais diminuem.

Para Cada Doença um Horário

A ciência que estuda os horários que as doenças se manifestam ao longo do dia se chama Cronopatologia.
Muitas doenças geram sinais e sintomas com início em determinadas horas do dia ou noite (ex. crise asmática, sinusite, Rinite Alérgica, Malária, etc.)

Veja os períodos de maior incidência de algumas doenças que ajudaram a estipular a posologia de medicamentos garantindo sua maior eficácia.

asmaAsma

Maior incidência: Entre 0 h e 6 h, (primeiras horas da madrugada) com pico às 4 h.

Quando tomar o medicamento? A queda na produção de cortisol provoca uma contração nos brônquios pulmonares, que atinge o seu pico às 4 h. Para o remédio fazer efeito às 4 h, os médicos recomendam que ele seja administrado pelo menos 8 horas antes, ou seja, às 20 h.

diabetesDiabetes

Maior incidência: Entre 3 h e 6 h.

Quando tomar o medicamento? As crises costumam piorar de madrugada. O ideal é que o remédio seja prescrito à noite. Mas é preciso estar sempre bem alimentado, caso contrário, o indivíduo poderá sofrer uma crise de hipoglicemia.

artriteArtrite

Maior incidência: Entre 6 h e 8h pela manhã.

Quado tomar o medicamento? Para ter um efeito melhor no organismo, o ideal é que o remédio seja administrado sempre à noite.

 

coracaoHipertensão e Doenças Cardiovasculares

Maior incidência: Entre 6 h e 12 h, com pico às 9 h.Quando tomar o medicamento? A partir das 6 h, o corpo ganha uma sobrecarga de cortisol, que provoca elevação na frequência cardíaca. O medicamento deve ter ação prolongada e ser tomado antes de dormir.

Fonte: http://revistavivasaude.uol.com.br/saude-nutricao/94/artigo208171-1.asp/

 

A ilustração abaixo nos mostra alguns exemplos de melhores horários de para tomar os medicamentos de acordo com a doença.

melhor_horário_tomar_medicamento

Foto: Site Folha de São Paulo – Seção Equilíbrio e Saúde / Reprodução

Qual o melhor Horário para se tomar Café

melhor_horario_tomar_cafe

Foto: Site TRABAJEMOS.CL / Reprodução

O café, uma das bebidas mais consumidas no mundo todo, contém uma substância chamada cafeína em sua composição.

A cafeína é um agente farmacológico encontrada no café, chá e refrigerantes. Sua popularidade pode ser atribuída aos seus efeitos no sistema nervoso, incluindo a sua capacidade de aumentar as taxas de liberação de dopamina. A cafeína também ativa o eixo de estresse, elevando os níveis de glicocorticóides e catecolaminas, junto com um aumento da pressão arterial.
A ingestão de cafeína durante períodos de estresse pode contribuir para a duração e magnitude da pressão arterial e da respostas endócrinas ao estresse.

Um dos princípios fundamentais da farmacologia é usar uma droga quando ela é necessária. Caso contrário, pode-se desenvolver tolerância a uma droga administrada na mesma dose.

Em outras palavras, a mesma xícara de café da manhã pode se tornar menos eficaz se for tomada em excesso e se coincidir como os horários de pico de produção endógena de cortisol.

Você já aprendeu neste post que o nosso organismo possui um relógio biológico onde o aumento ou diminuição da produção de hormônios obedece determinados horários do dia.

Em relação ao café, devido à presença da cafeína e os efeitos que esta substância causa em nosso corpo devemos nos ater a alguns horários que são melhores para ser ingerido.

A imagem abaixo nos mostra os melhores horários para se ingerir o café sem interferir diretamente na produção de cortisol e nem gerar tolerância. Ou seja, define o melhor horário para podermos tomar o nosso cafezinho de todo dia e ter a melhor experiência de seus efeitos em nosso organismo.

melhor_horario_tomar_cafe

Foto: Site http://en.ilovecoffee.jp/posts/view/110 / Reprodução

Portanto, seu café será, provavelmente, mais eficaz se você apreciá-lo entre 09:30h – 11:30h, quando seus níveis de cortisol estão caindo e antes do próximo pico.

Steven Miller

Leitura Complementar:

♦ Cronobiologia: conheça as horas mais propícias pra cada atividade no seu dia-a-dia

Referências Bibliográficas:
Links sobre o café:
  • http://www.forbes.com/sites/anthonykosner/2014/01/05/why-the-best-time-to-drink-coffee-is-not-first-thing-in-the-morning/
  • http://neurosciencedc.blogspot.jp/2013/10/the-best-time-for-your-coffee.html
  • http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2257922/#R5

 

Você pode gostar...

2 Resultados

  1. Me restou uma dúvida.
    Minha avó toma remédio como: Clonazepam, e mais alguns outros de sua classe. Não notamos seus efeitos deforma alguma. Ao contrário só vemos os seus efeitos colaterais. O médico receitou, para ela tomar as 20:00. Porém, ela nem dorme, fica muito estressada e tem alguns ataques de anciedade.
    Teria algum horários específico para ser administrado, os medicamentos desse tipo?

    • Aurea disse:

      Olá Caroline,

      O ideal é que esses medicamentos sejam tomados à noite mesmo. Vocês já relataram ao médico de sua avó estes sintomas que ela apresenta após tomar o medicamento? Isso realmente pode acontecer, mas é muito raro.
      É muito importante que o médico que prescreveu os medicamentos de sua avó saiba desses sintomas para tomar providências quanto à medicação dela.

Deixe o seu Comentário