O que significam as Tarjas dos Medicamentos

Você sabe o significado das Tarjas dos Medicamentos?

De acordo com a PORTARIA Nº 3.916, DE 30 DE OUTUBRO DE 1998 que define a Política Nacional de Medicamentos:

MEDICAMENTOS TARJADOS → São os medicamentos cujo uso requer a prescrição do médico ou dentista e que apresentam, em sua embalagem, tarja (vermelha ou preta) indicativa desta necessidade.

No mercado farmacêutico existe uma imensa variedade de medicamentos disponíveis para consumo. Por isso, são classificados conforme o grau de risco que o seu uso pode oferecer à saúde do paciente.

A forma encontrada para classificar os medicamentos é o sistema de tarjas (faixas), que podem ser facilmente identificadas em suas embalagens.

tarjas-medicamentos

Veja abaixo o significado de cada uma delas:

Não Tarjados

medicamento-sem-tarja Também conhecidos como Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs) ou OTC (do inglês, Over the Counter, que significa sobre o balcão), apresentam poucos efeitos colaterais ou contra-indicações, desde que usados corretamente e sem abusos, por isso podem ser dispensados sem a prescrição médica. Os MIPs são utilizados para o tratamento de sintomas ou males menores (resfriados, azia, má digestão, dor de dente, etc.).

São os medicamentos que podem ser prescritos por Farmacêuticos, Prescrição Farmacêutica.

O auxílio do Farmacêutico para que o consumo destes medicamentos seja de forma responsável sendo utilizados somente quando houver real necessidade é de suma importância para o Uso Racional de Medicamentos.

A utilização deve ser feita dentro de um conceito de automedicação responsável.

Tarja Vermelha

De modo geral, as tarjas vermelhas representam o grupo de medicamentos que oferecem risco intermediário ao consumidor e que só devem ser utilizados quando prescritos por médicos ou dentistas.

• Tarja vermelha Sem retenção da receita

medicamento-tarja-vermelha São os medicamentos vendidos mediante a apresentação da receita, que não fica retida na farmácia. Esses medicamentos têm contra-indicações e podem provocar efeitos colaterais graves, por isso necessitam ser prescritos por um médico ou dentista. Na tarja vermelha está impressa a mensagem “VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA”.

• Tarja vermelha Com retenção da receita

medicamento-tarja-verm-controlado São os medicamentos que necessitam de Retenção da Receita, conhecidos como medicamentos sujeitos a controle especial. São os medicamentos constantes das listas C1, C5 e adendos das listas A e B da Portaria 344/98 e suas atualizações, e e os Antibióticos (RDC 20/11). Por isso, na tarja vermelha está impresso “VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA – SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DE RECEITA”. Só podem ser vendidos com receituário especial de cor branca.
medicamento-tarja-vermelha-retinoide Estes medicamentos também possuem tarja vermelha, são controlados, fazem parte da lista C2 da Portaria 344/98 e só podem ser vendidos com a Retenção da Notificação de Receita Especial de cor Branca juntamente com um Termo de Conhecimento de Risco e Consentimento pós-informação. Ex: Roacutan®

Na tarja destes medicamentos está impresso “VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA SÓ PODE SER VENDIDO COM RETENÇÃO DA RECEITA ATENÇÃO: RISCO PARA MULHERES GRÁVIDAS, CAUSA GRAVES DEFEITOS NAS FACES, NAS ORELHAS, NO CORAÇÃO E NO SISTEMA NERVOSO DO FETO.”

Tarja Preta

medicamento-tarja-preta São os medicamentos que podem exercer ação estimulante ou sedativa no sistema nervoso central.Também são chamados psicotrópicos ou entorpecentes. Por isso, a tarja preta vem com a inscrição “VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA – O ABUSO DESTE MEDICAMENTO PODE CAUSAR DEPENDÊNCIA”.

Estes medicamentos são os medicamentos constantes das listas A1, A2, A3, B1 e B2 da Portaria 344/98 e só podem ser vendidos com a Retenção da Notificação de Receita de cor azul ou amarela.

Tarja Amarela

medicamento-genericomedicamento-generico-controlado medicamento-generico-sem-tarja Representa os medicamentos genéricos e deve conter a letra G e a inscrição “Medicamento Genérico”, na cor azul.

Os Genéricos são fármacos que possuem a mesma composição química dos remédios referência e são indicados para tratar os mesmos sintomas. Mesmo usando a tarja amarela, os laboratórios ainda precisam colocar a outra classificação, indicando se ele é pertencente a classe vermelha ou preta. O genérico é o único possui duas tarjas.

Podem ser medicamentos que necessitam de Apresentação ou Retenção de receita ou MIPs.

 

Fontes:

 

Deixe o seu Comentário