Prevenção de Problemas Relacionados à Próstata

O QUE É A PRÓSTATA?

A próstata é um pequeno órgão situado logo abaixo da bexiga, em forma de uma castanha portuguesa, atravessada pela uretra. Só os homens possuem próstata e o seu desenvolvimento é estimulado pela testosterona, o hormônio sexual masculino produzido pelos testículos.

prostata

PARA QUE SERVE A PRÓSTATA?

A próstata é um órgão glandular que produz uma substância que, juntamente com a secreção da vesícula seminal e os espermatozoides produzidos nos testículos, vai formar o sêmen ou esperma. Sem o líquido produzido pela próstata, os espermatozoides não viveriam até atingir o óvulo no momento da fecundação. Além de conferir proteção, contém alimentos para o espermatozoide, na sua longa caminhada ao encontro do óvulo.

funcao-prostata

DOENÇAS QUE OCORREM NA PRÓSTATA

A próstata, ao contrário do que se pensa, é sede de um grande número de doenças que atingem o homem desde a adolescência até a velhice.

São comuns:

No Adolescente → Uretrites e Prostatites

No Adulto → Uretrites, Prostatites e Hiperplasia prostática

No Idoso → Hiperplasia prostática, Câncer de Próstata

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens. Em 2016, mais de 61 mil novos casos da doença serão registrados no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer. Por ano, são mais de 13 mil mortes: uma a cada 40 minutos.

O aumento benigno da próstata (chamado hiperplasia prostática benigna) desenvolve em aproximadamente 80% dos homens.

O câncer de próstata desenvolve em 1 de cada 10 homens.

Todo ano cerca de 30.000 homens morrem de câncer de próstata nos Estados Unidos.

Doenças da próstata normalmente ocorrem em homens acima de 40 anos.

O check-up prostático periódico permite seu médico detectar o câncer de próstata antes dos sintomas aparecerem.

NESTE ESTÁGIO, O CÂNCER DE PRÓSTATA É CURÁVEL.

PROSTATITE

Trata-se de uma inflamação na próstata, que pode ser causada por uma infecção ou não.

Algum tempo após uma uretrite purulenta ou não, podendo também vir pelo sangue de um outro foco infeccioso que está à distância. → Uma sinusite ou uma infecção de dente, por exemplo.

A prostatite pode afetar o homem em todas as idades e pode ocorrer na próstata com qualquer tamanho.

Há três tipos de prostatite:

  • Não bacteriana;
  • Bacteriana aguda e
  • Prostatite crônica.

Sintomas

Os sintomas podem ser desde uma sensação de queimação da uretra, até dor dos mais variados graus na região entre o ânus e o escroto, seguida ou não de febre e mal-estar.

 

HIPERPLASIA PROSTÁTICA BENIGNA

Também conhecida como adenoma de próstata ou tumor benigno de próstata.

É a doença que mais incide na próstata.

Ocorre em aproximadamente metade dos homens aos 50 anos e 80% dos homens acima de 60 anos de idade.

Consiste em um crescimento das glândulas prostáticas e, conseqüentemente, de toda a próstata.

Sintomas

O jato urinário vai se tornando cada vez mais fraco e fino.

A pessoa urina muitas vezes durante a noite.

Após urinar , logo sente vontade de urinar de novo, e urina mais um pouco.

Às vezes, após urinar, sente que ainda ficou com urina na bexiga.

Pode sentir forte vontade e ter que sair correndo para urinar, podendo até fazer na roupa ou na cama.

CÂNCER DE PRÓSTATA

O Câncer da próstata é uma doença que pode surgir com o envelhecimento do homem, a partir dos 40 anos.

À medida que o homem vai envelhecendo, a incidência dessa doença vai aumentando.

Quanto mais cedo essa doença atinge o indivíduo, mais grave ela será.

Quanto mais tarde se fizer o diagnóstico, mais difícil será a cura.

Nos Estados Unidos, é o câncer mais diagnosticado em homens.

Esta doença já tornou-se a segunda causa principal de todas as mortes por câncer.

O grande problema é que, na grande maioria das vezes, o câncer de próstata, na sua fase inicial, não apresenta nenhum sintoma.

Trabalhos já mostraram que em autópsias realizadas em 100 indivíduos de 40 a 50 anos que vieram a falecer de várias causas, 4 deles eram portadores de câncer da próstata, sem nunca terem se queixado de qualquer sintoma.

Fatores de Risco:

História familiar – (pai, tios ou irmãos) positiva para câncer de próstata.

Raça – O risco de desenvolver câncer de próstata é maior nos homens negros.

Idade – Quanto maior a idade maior a incidência.

Dieta – Rica em gordura

Obesidade – Homens com sobrepeso ou obesos além daqueles que fazem abuso de álcool e tabaco, tem mais chances de contrair a doença.

Disseminação e Sintomas

O câncer da próstata, quando avança, pode se disseminar (espalhar-se) pelo corpo, vindo a atingir outros órgãos, e principalmente os ossos.

Numa fase adiantada, o câncer de próstata começará a obstruir a urina, como ocorre com o tumor benigno, mas o tratamento curativo já é mais difícil.

EXAMES PREVENTIVOS

TOQUE RETAL

O indivíduo do sexo masculino, a partir dos 40 anos, deve realizar o exame de toque retal pelo menos uma vez por ano.

Neste exame, o médico pesquisa o tamanho, consistência, pontos endurecidos dolorosos e mobilidade.

O reto é a única via natural de acesso por ter sua parede intimamente ligada à próstata.

O grande problema é que os latinos, de um modo geral, têm grande preconceito com esse exame.

No exército americano se dá tanta importância ao exame que o militar é obrigado a se submeter a partir dos 35 anos.

PSA

Significa antígeno prostático específico, e é medido através do sangue do indivíduo.

Trata-se de um antígeno específico da próstata, podendo estar normal ou aumentado tanto na hiperplasia benigna da próstata quanto no câncer da próstata, sendo que neste último, na maioria das vezes, está aumentado.

Logo, o PSA por si só, sem o toque retal, não elimina a possibilidades do câncer.

TRATAMENTO

O tratamento, via de regra é com medicamentos específicos.

Se a causa for uma infecção, um antibiótico específico pode resolver o problema.

Certos pacientes com prostatite podem ter uma obstrução prostática e podem requerer uma desobstrução concomitantemente à antibioticoterapia.

Hiperplasia Prostática Benigna

Tratamento Cirúrgico a Céu Aberto (prostatectomia transvesical) – Reservada para pacientes muito sintomáticos ou com complicações de obstrução prostática tais como: dilatação dos rins, sangramento da próstata, retenção urinária, divertículo de bexiga ou cálculo na bexiga e infecção urinária de repetição.

Ressecção Transuretral – é uma cirurgia feita através da uretra (canal da urina) que permite remover o excesso de tecido da próstata.

Ressecção Transuretral Associada À Laser (RTU+LASER) – é a aplicação do laser antes da ressecção. Possibilita cirurgias de próstatas maiores, sem perda de sangue e alta hospitalar com períodos menores (normalmente em 1 dia). Esta cirurgia é reservada para clínicas que possuem o equipamento de laser.

Tratamento Por Medicamentos – Hoje existem dois tipos de medicamentos para tratamento da hiperplasia benigna da próstata: aqueles que reduzem o tamanho da próstata inibindo a proliferação de células prostáticas ou aqueles que relaxam a musculatura lisa da glândula aliviando os sintomas de compressão da uretra. Somente um profissional médico poderá fazer a melhor indicação.

Câncer de Próstata

O tratamento é individual (cada caso é um caso) e é baseado no tipo de câncer, no grau de extensão do tumor, na idade do paciente, de seu estado de saúde e dos tratamentos já realizados.

Tratamentos Cirúrgicos – O tratamento cirúrgico (prostatectomia radical) do câncer de próstata, consiste na remoção de toda próstata com as vesículas seminais e a reconecção da bexiga com a uretra.

Tratamentos Radioterápicos – Usa alta energia de raios X para matar as células cancerosas e reduzir o tumor. A radiação pode ser produzida de uma máquina externa ao corpo ou colocar material que emite radiação dentro da próstata (braquiterapia).

Hormonioterapia – Consiste em diminuir a produção de hormônio masculino (Testosterona) para impedir o crescimento do câncer da próstata. Isto pode ser feito com medicamentos ou uma pequena cirurgia que remova os órgãos produtores deste hormônio, como os testículos (orquiectomia).

Os efeitos colaterais do tratamento de câncer de próstata (impotência, incontinência) são decorrentes de fatores como idade, grau de atividade sexual prévia à cirurgia, do quanto a cirurgia afeta os nervos do pênis e do quanto motivado, sexualmente, o paciente estará depois da cirurgia.

Tratamentos para problemas de ereção, incluem medicação oral, vácuo, auto-injeção ou implante de próteses penianas. Da mesma forma para a incontinência. O tratamento pode ser medicação oral, exercícios e até implante de esfíncter artificial. O importante é a cura do câncer.

O IMPORTANTE É QUE:

Tanto a prostatite quanto a hiperplasia benigna da próstata têm cura e com o seu tratamento, melhoram a qualidade de vida do homem.

No caso do câncer de próstata deve-se tratar obrigatoriamente, senão pode levar à morte do homem.

E, portanto, o homem pode evitar todos esses problemas realizando a PREVENÇÃO com os exames necessários, deixando de lado todo o preconceito que existe sobre esses exames.


O INCA- Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva → Produziu neste ano de 2017 uma cartilha sobre o Câncer de Próstata cujo título é:

Câncer de próstata: Vamos falar sobre isso?

Referências:

  • http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/prostata
  • http://novembroazul.com.br/

 

Deixe o seu Comentário